consultoria - site

Abner Braga, consultor da SGS Soluções, explica como funciona uma consultoria de negócios e mostra como ela pode otimizar recursos e melhorar seus resultados.

O que é, exatamente, uma consultoria?

A consultoria trata-se de um auxílio externo ao seu projeto. Numa gestão empresarial, a consultoria busca identificar quais são as principais causas que dificultam o alcance do objetivo da empresa e que retardam o seu desempenho, definindo, assim, soluções que melhorem o desenvolvimento dessa organização. “Partindo de um patamar ‘x’ – situação atual da organização – a consultoria oferece ideias que visem solucionar os problemas da empresa e coloca-la num patamar melhor”, explica Abner.

É justamente por ter uma visão externa e não viciada sobre o negócio que a consultoria consegue identificar onde estão os problemas do cliente, buscando as soluções certas para aquele problema.

Ao prestar um serviço de consultoria, o consultor deve estar realmente imerso no negócio do cliente, entendendo como funciona seu mercado e quais as posições e condições dos concorrentes do cliente em relação a ele.

Quais são as formas de consultoria existentes? Como funciona um serviço de consultoria?

Abner conta que, na SGS Soluções, a consultoria prestada é dividida em linha de negócios e linha de indústria.

A linha de negócios lida mais com questões estratégicas, que incluem expansão, modelagem de negócios e novos negócios, viabilidade econômica, análise de mercado e etc. Esse tipo de consultoria estuda como a empresa atua, como a concorrência atua e o que o mercado demanda, levantando soluções para os problemas específicos do cliente através de tais questões.

Já a linha industrial lida com questões ligadas a operação – área de logística, custeio de materiais, mapeamento e modelagem de processos, fluxos de materiais, fluxo de informações e certificações e etc.

Ao explicar o processo de consultoria, Abner divide-o em quatro etapas. A etapa inicial é a etapa de prospecção, quando o consultor conhece o cliente e demonstra o valor da consultoria para que o cliente perceba como exatamente cada função desempenhada pelo serviço de consultoria pode melhorar o seu negócio.

A segunda etapa é a etapa do diagnóstico – quando o consultor passa a estudar mais a empresa ou setor especifico que demanda a consultoria, para entender quais os problemas daquela área. “Muitas vezes, é percebido que o problema está num âmbito além do que o cliente pensa. Às vezes, o problema é totalmente diferente do identificado pelo cliente e por isso a consultoria é tão importante: o olhar esterno dela traz a definição do problema real do cliente e diz a organização onde ela deve trabalhar.

A terceira etapa, após uma fase de negociação, é a do desenvolvimento de projeto – Onde o consultor auxilia o cliente a colocar em prática os métodos definidos para o melhor aproveitamento de recursos e para abolir os problemas detectados. É na etapa de desenvolvimento de projetos que as soluções criadas pelo serviço de consultoria são colocadas em prática. Abner ressalta que há projetos que podem demorar uma semana, enquanto outros, até um ano.

A última fase é a de validação. Essa fase pode começar ainda durante a fase de desenvolvimento de projetos, assim, as duas etapas caminham paralelamente. Nessa última etapa, é mostrada ao cliente a aplicação do que você desenhou como solução e a observação dos resultados que tal aplicação vem trazendo.

Quais as vantagens da consultoria para a empresa e para o cliente final desta empresa?

A principal vantagem de uma empresa que conta com um serviço de consultoria é ter uma visão externa de seus problemas. É por meio dessa visão externa que se pode enxergar além do que é enxergado pelos concorrentes e criando assim, vantagens competitivas para a organização.

Outra vantagem é a de ter, nesse olhar externo, uma visão flexível. A vidão do consultor empresarial é ampla, tendo conhecimento de várias áreas de negócios. O consultor vai saber aplicar o conhecimento de áreas de negócios diferentes de maneira eficaz no seu negócio, contribuindo sempre para uma melhoria na gestão de recursos. No final das contas, ao melhorar a gestão de recursos, a empresa pode oferecer um produto ou serviço muito melhor para o seu cliente – em questões de qualidade, tempo de entrega, atendimento e etc.

Por que uma consultoria empresarial é tão importante para quem quer começar um novo negócio?

“Muitas vezes a visão dos clientes sobre o mercado ou é muito romântica, ou muito pessimista. Não existe equilíbrio”, explica Abner, “é aí que entra o trabalho da consultoria”. O consultor empresarial vai dar ao cliente uma visão realista do mercado onde ele quer se inserir, mostrando todos os altos e baixos desse mercado e aconselhando sobre a melhor forma de se trabalhar nele. Nessa fase inicial de implementação do negócio no mercado, o consultor vai ser como um conselheiro. “Um bom conselheiro não vai matar a paixão que o cliente tem sobre o negócio, mas vai impulsionar essa paixão de maneira realista, racional”, afirma Abner.

É importante lembrar também, que nessa fase inicial, é essencial que o próprio cliente execute seus projetos e soluções colocadas pela consultoria. Essa experiência inicial é a que vai prepara-lo para o negócio, mostrando de maneira mais real com o que realmente ele vai trabalhar.

 

Outras Notícias