Saiba como encontrar uma saída para tempos difíceis no mercado.

Eng˚ Italo Andrade, 3 de Março de 2015.

Crises são épocas difíceis na vida de qualquer empresa (ou pessoa física). Sejam essas crises ligadas a eventos macroeconômicos ou microeconômicos, a verdade é que as empresas sofrem se não souberem agir da maneira correta. Mas o que quero falar com “maneira correta”?

Bom, a regra diz que a empresa deve cortar todos os gastos que não sejam estritamente essenciais para tentar ter bons resultados. Isso, logicamente, significa cortar qualquer esforço em marketing, algum conforto para o cliente e qualquer coisa do gênero.

No entanto, essa é regra, tornando tipo de ação comum entre todas as empresas do mercado. E se isso é ação comum, por que não se diferenciar? Por que não investir nesse período? Melhorar? Oferecer algum conforto que, com certeza, os clientes não encontrarão em seus concorrentes?

Empresas que se diferenciam tendem a pegar fatias de mercado generosas que seus concorrentes não conseguem alcançar e, em tempos como os de crise, que a concorrência faz ainda menos força para se oferecer algo de novo, essa tendência se acentua.

É interessante ressaltar que, mesmo em períodos de pleno crescimento econômico, gastos que não representam necessidades para o funcionamento da empresa deve ser realizado com parcimônia. No entanto, gastos que tragam um retorno (e, portanto, se caracterizem como investimentos) deve ter sua viabilidade estudada e serem postos em prática.

Italo Andrade é Engenheiro de Produção e sócio da SGS Soluções, atende toda a linha de serviços indústria da empresa e tem forte background em processos e logística.

Outras Notícias